.:: Federação Catarinense de Bocha e Bolão ::.

Bocha

Calendário

Veja a programação dos eventos da FCBB para 2019.

Campeonatos

Acompanhe os resultados dos campeonatos de Bocha em 2019.

Regulamentos

Fique por dentro do regulamento atual de Bocha

.

História

Conheça a história e curiosidades sobre Bocha no mundo.

Atletas filiados

Relação dos atletas filiados em Bocha em 2019.

Árbitros filiados

Relação dos árbritros filiados em Bocha em 2019.

Campeonatos - Bocha

Janeiro

Campeonato Brasileiro Praiano Duplas18/1/2019 a 03/1/2019 -

Modalidade: Bocha Rafa Vollo - M/F
Categoria: Adulto
Local: Capão da Lagoa / RS

Março

24ª Taça Santa Catarina01/3/2019 a 03/3/2019 - Sociedade Esportiva Recreativa Sertaneja

Modalidade: Bocha Rafa Vollo - M
Categoria: Adulto
Local: Salto Veloso / SC

Campeonato Mundial Individual04/3/2019 a 11/3/2019 -

Modalidade: Bocha Rafa Vollo - M/F
Categoria: Adulto
Local: Argentina

11ª Taça Santa Catarina22/3/2019 a 24/3/2019 - Associação Lourenciana de Bocha

Modalidade: Bocha Rafa Vollo - F
Categoria: Adulto
Local: São Lourenço do Oeste / SC

02ª Taça Santa Catarina Sênior29/3/2019 a 31/3/2019 - Associação dos Moradores Bairro das Nações

Modalidade: Bocha Rafa Vollo - M
Categoria: Sênior
Local: Timbó / SC

Abril

Campeonato Catarinense Trios12/4/2019 a 14/4/2019 - Grêmio Esportivo Floresta

Modalidade: Bocha Rafa Vollo - M
Categoria: Adulto
Local: Videira / SC

Campeonato Brasileiro Trios18/4/2019 a 21/4/2019 -

Modalidade: Bocha Rafa Vollo - M
Categoria: Adulto
Local: Belo Horizonte / MG

Campeonato Catarinense Duplas "Elevadores Castelo"27/4/2019 a 28/4/2019 - Sociedade Esportiva Recreativa Cultural Beneficiente Angelina

Modalidade: Bocha Rafa Vollo - F
Categoria: Adulto
Local: Brusque / SC

Maio

Campeonato Catarinense Trios Sênior03/5/2019 a 05/5/2019 - Clube Recreativo Floresta

Modalidade: Bocha Rafa Vollo - M
Categoria: Sênior
Local: Agrolândia / SC

Taça Brasil Clubes23/5/2019 a 26/5/2019 -

Modalidade: Bocha Rafa Vollo - F
Categoria: Adulto
Local: Garibaldi / RS

Junho

28º Campeonato Catarinense Taça Prata21/6/2019 a 23/6/2019 - Sociedade Esportiva Recreativa Sertaneja

Modalidade: Bocha Rafa Vollo - M
Categoria: Adulto
Local: Salto Veloso / SC

Campeonato Catarinense Trios29/6/2019 a 30/6/2019 - Sociedade Beneficiente de Brusque

Modalidade: Bocha Rafa Vollo - F
Categoria: Adulto
Local: Brusque / SC

Julho

Campeonato Catarinense Taça Ouro Sub-18 / Sub-2305/7/2019 a 07/7/2019 - Clube Recreativo Floresta

Modalidade: Bocha Rafa Vollo - M
Categoria: Juniores
Local: Agrolândia / SC

Campeonato Catarinense Duplas19/7/2019 a 21/7/2019 - Sociedade Sertanejo Esporte Clube

Modalidade: Bocha Rafa Vollo - M
Categoria: Adulto
Local: Água Doce / SC

Campeonato Brasileiro Juniores25/7/2019 a 28/7/2019 -

Modalidade: Bocha Rafa Vollo - M
Categoria: Juniores
Local: Rio Grande do Sul

Agosto

09º Campeonato Catarinense Taça Ouro Sênior02/8/2019 a 04/8/2019 - Esporte Clube Conde D Eu

Modalidade: Bocha Rafa Vollo - M
Categoria: Sênior
Local: Orleans / SC

Campeonato Brasileiro Duplas03/8/2019 a 04/8/2019 -

Modalidade: Bocha Rafa Vollo - M
Categoria: Adulto
Local: Garibaldi / RS

Campeonato Brasileiro Cadeirantes23/8/2019 a 25/8/2019 -

Modalidade: Bocha Rafa Vollo - M
Categoria: Adulto
Local: Carlos Barbosa / RS

Taça Salto Veloso 23/8/2019 a 25/8/2019 - Sociedade Esportiva Recreativa Sertaneja

Modalidade: Bocha Rafa Vollo - F
Categoria: Adulto
Local: Salto Veloso / SC

Taça Brasil Clubes Sênior29/8/2019 a 01/8/2019 -

Modalidade: Bocha Rafa Vollo - M
Categoria: Sênior
Local: Passo Fundo / RS

Setembro

41º Campeonato Catarinense Taça Ouro05/9/2019 a 07/9/2019 - Associação dos Moradores Bairro das Nações

Modalidade: Bocha Rafa Vollo - M
Categoria: Adulto
Local: Timbó / SC

33º Campeonato Catarinense Taça Ouro13/9/2019 a 15/9/2019 -

Modalidade: Bocha Rafa Vollo - F
Categoria: Adulto
Local:

Taça Brasil Clubes Sênior26/9/2019 a 29/9/2019 -

Modalidade: Bocha Rafa Vollo - F
Categoria: Sênior
Local: Paraná

Outubro

Campeonato Catarinense Individual11/10/2019 a 13/10/2019 - Associação Atlética Banco do Brasil

Modalidade: Bocha Rafa Vollo - M
Categoria: Adulto
Local: Tangará / SC

Taça Brasil Clubes24/10/2019 a 27/10/2019 -

Modalidade: Bocha Rafa Vollo - M
Categoria: Adulto
Local: São Paulo

Novembro

Campeonato Catarinense Duplas Sênior22/11/2019 a 24/11/2019 - Sociedade Sertanejo Esporte Clube

Modalidade: Bocha Rafa Vollo - M
Categoria: Sênior
Local: Água Doce / SC

Campeonato Brasileiro Clubes Zerbin29/11/2019 a 30/11/2019 -

Modalidade: Bocha Rafa Vollo - M/F
Categoria: Adulto
Local: Carlos Barbosa / RS

Atletas inscritos na FCBB em 2019 - Modalidade: Bocha

1
ADAO JULIVIO DA LUZ
2
ADAO MOREIRA
3
ADELAR BECKER
4
ADELIR RODRIGUES DE ANDRADE
5
ADEMAR BONETTI
6
ADEMIR KAPLAN
7
ADEZIA BONECHER
8
AIRTON CORDEIRO
9
ALESSANDRO RODRIGUES LEITE
10
ALEX HERMES ANTUNES
11
ALLAN RODRIGUES LEITE
12
ALMO BERTOLDI
13
ALVARO JOSE LOPE DE CASTRO MILESKI BOLETZ
14
ALWIN LOPPNOW FILHO
15
ALYSON TOGNON
16
ANA CAROLINE MARTINS
17
ANA CRISTINA DA SILVA
18
ANA MARIA JUNGES
19
ANA MARIA RIBEIRO PEROSA
20
ANA PAULA MARSARO
21
ANDRE LUIZ ANDRIOLLI
22
ANGELA RIBEIRO DE MELLO
23
ANILDO CORDEIRO MULLER
24
ANTONIO CARLOS DE LIMA
25
ANTONIO CLAUDIO ALVES DA SILVA
26
ANTONIO EDMILSON DE ALMEIDA BUENO
27
ANTONIO JUAREZ VIEIRO
28
ANTONIO JUCEMIR PAGANINI
29
ARLETE CARMINATI IMHOF
30
BRAZ CLAUDINO MORATELLI
31
BRENICE ZIM ATUATTI
32
CAREN MARLENE RUTZEN
33
CARLOS GORLIN
34
CARLOS JAIR DUDAR
35
CARLOS JOSE BRANDALEZE
36
CARLOS LUIS DALABRIDA
37
CELITA DE SOUZA WIGGERS
38
CLADEMIR LUIZ TOGNON
39
CLAIR FRANCISCO COMACHIO
40
CLAIR MARIA SARTOR
41
CLAUDEMIR CESCA
42
CLAUDEMIR DOS SANTOS
43
CLAUDIA SCHRAMM
44
CLAUDIA VIEIRA SARMENTO
45
CLAUDIO DA SILVA TELLES
46
CLEITON CEZAR DA CUNHA
47
CLEITON ROHLING
48
CLEMIR JOSE RANDON
49
CRISTIAN ANTONIO POLLEZO
50
CRISTIANE ROYER TORMEN
51
CRISTIANE SCOTTI
52
DALVO ANTONIO MAYER
53
DEIVIDI AUGUSTO DONDONI
54
DENILSON FERNANDES
55
DIANE FRANZ
56
DILMAR PANDINI
57
DIOBERTO DONADUZZI
58
DIOCLESIO ROSA TAVARES
59
DIOGO DEBARBA GAIDECZKA
60
DIRIVAM DO NASCIMENTO SANTOS
61
DIVA TEREZINHA TONKIO SEBENELLO
62
DOMICIO PEDRO ZEFERINO
63
DOMINGOS HENRIQUE CATANEO
64
DORVALINO PUCHMANN
65
EDEMAR REMPP
66
EDEMIR JOSE GIACOMINI
67
EDEVALD NEUBER
68
EDUARDO LUIZ GARCIA
69
EDUARDO MAUCHIEWICZ
70
ELBIO OMAR MANZOR
71
ELFI HERGET
72
ELIANA MAFRA
73
ELIANE SOMAVILLA DE VARGAS
74
ELIETE FIDELIS DA
75
ELIZANDRO MARCOS MARMENTINI
76
ELOI JOSE PARISOTTO
77
ELTON REMP
78
ELTON SPOLTI
79
ELVIRA BARTH
80
ENI TEREZINHA LAURIANO BARON
81
ENIGIR CERON
82
ERICH ZICK
83
ERNANI REMP
84
EUCLAIR MARIA TONUS
85
FABRICIO DE SOUZA
86
FRANCISCO MENEGAT
87
GABRIEL DENILSON RIBEIRO KOGIKOSKI
88
GERSON LUIZ SANTIAN
89
GERSON VOLMIR CAMPANA
90
GILBERTO MACANEIRO
91
GILBERTO VIEIRA
92
GILMAR FRANCISCO CASTANHA
93
GIOVANE DA CRUZ ANTUNES
94
GUILVANE DE MELLO
95
GUSTAVO HENRIQUE KARBOWSKI
96
GUSTAVO MAHLSTEDT
97
HELIO SAPELLI
98
HONORINO ANTONIO ABATI
99
IDEMAR SCHULZ
100
ILDEMAR ARNALDO DIESEL
101
ILSON FUCHTER SCHULZ
102
INACIO FIAMONCINI
103
INGRID FUCHTER SCHULZ DE QUADRI
104
IRENE MARCHETTI PITZ
105
IRIA MIHSFELDT
106
ISADORA RIBEIRO DOS SANTOS
107
ISILENI DOS SANTOS
108
IVANETE SCARPA ZICHUHR
109
JACKSON NIEHUES
110
JAILSON DIOMAR DE VARGAS
111
JAIR AUGUSTO AHLMANN
112
JANE TEREZINHA LAUESEN DA ROSA
113
JAQUIELI DE FREITAS
114
JHONATAN DA ROSA
115
JOAO ANTONIO HARTMANN CANEPPELE
116
JOAO CARLOS PIVOTTO
117
JOAO MARIA MOREIRA
118
JOCEMIR LUIZ BERNARDO
119
JOMAR DALPOSSO
120
JORGE LUIZ SAUER
121
JOSE CARLOS MAY CARDOSO
122
JOSE GASPAR LEITE
123
JOSE JUCELINO GHIZONI
124
JOSE MATEDI
125
JOSE PEDRO ZEFERINO
126
JOSE VOLNEI HANG
127
JOSEMAR TADEUS CARNIEL
128
JOSSANA DA SILVA TAVARES
129
JUAREZ BORJAS
130
JUCELI PADILHA DOS SANTOS
131
JUCIMAR VALDAMERI
132
JULIANA MARIA SANTIAN
133
JUSCELIA SANTIAN MARQUES BELO
134
JUSSARA DINEI SEIDLER SARETTO
135
LAERCIO MACEDO
136
LEANDRO FORNARI
137
LECI MAIHACK
138
LENOAR GONCALVES DA ROSA
139
LEONIR CARLOS CAMACHIO
140
LIAMARA KLEEMANN POPP
141
LIDIA PROVESI ATUATTI
142
LIDIO VIEIRA
143
LIGIA ULBER
144
LORECI PEREIRA DOS SANTOS
145
LORENI SALETE DA SILVA
146
LORENI WEBER BONETTI
147
LOURENI MINATO FERNANDES
148
LUCIA MENDES
149
LUCIANA CONTINI VENDRAMINI
150
LUCIANO DA COSTA FREITAS
151
LUIS CARLOS MILANI
152
LUIS GIACOMELLI
153
LUIZ HENRIQUE CARNIEL
154
LUIZ RICARDO MIOTTO
155
LURDETE HILHA
156
MAIARA APARECIDA BRUNONI
157
MAICON STRECHERT
158
MARCELINO SILVEIRA
159
MARCELO FAGUNDES DA SILVA
160
MARCOS ANTONIO MORENO
161
MARCOS PASSIG DA SILVA
162
MARCOS SCHULZ
163
MARGRID BRANDL
164
MARIA CENCI
165
MARIA EDI BITTELBRUNN
166
MARIA HELENA ULSENHEIMIR KNORST
167
MARIA LEDA VANZ
168
MARIA ROSELIS KOHLER
169
MARIA TEREZINHA HORNER
170
MARIA ZELI STANG MEURER
171
MARILENE RUPPEL MANTOVANI
172
MARINILCE BALBINOT
173
MARIO MAHLSTEDT
174
MARISTELA PAULINI TEIXEIRA
175
MARLENE BOHNENBERGER
176
MARLY TEREZINHA DA ROSA BARON
177
MATEUS DOS PASSOS CARNEIRO
178
MATEUS VIEIRA
179
MATIAS ALBERTO FRITZEN
180
MAURI JOSE DE VARGAS
181
MAURINA VARGAS
182
NAIBOR MARIA RAMOS
183
NATALIA KLEEMANN POPP
184
NATALINO GALVANE
185
NATANA MENEGAT
186
NAZARITA KULHKAMP MICHELS
187
NEI LUIZ CENCI
188
NELSON EING
189
NELSON SPANHOLI
190
NEUCIR AURI SCHNEIDER
191
NEUSA DE OLIVEIRA
192
NILVETE DOS SANTOS
193
NILZA MARIA MALDANER
194
NOELI DALLA CORTE
195
ODETE DE OLIVEIRA ADORNE
196
OLACIR DOS SANTOS
197
OLIVIO DE OLIVEIRA
198
OSMAR ALBINO FELIZARDO
199
PATRICIA DE OLIVEIRA
200
PAULINHO CLAUDIO KOSMANN
201
PAULO ALECIO PERIN
202
PAULO CEZAR BRESSAN
203
PEDRO BRUNO DALACOSTA
204
PLINIO AMADEU DA CUNHA
205
RAFAEL MUELLER
206
RAFAEL VANZ BORGES
207
REGIANE MARIA PALAVRO
208
REGINA STEDILE KOHLER
209
RENATE PESSOA
210
RICIERI LIBERALI
211
RODRIGO VILA
212
ROMEU ZALESKI
213
RONALD NAGEL
214
ROQUE JULIO HEBERLE
215
ROSALIA MARGARIDA PEGORETTI STRASSMANN
216
ROSALINA DEZIDERIO
217
ROSANGELA APARECIDA JABLONSKI STRAUBE
218
ROSELI MENDONCA
219
ROSEMARI PREMIERI
220
RUT WEGNER ANDRADE
221
RUY ALBERTO MARCHIORO
222
SALVELINA MARIA LEPECK
223
SERGIO PAULO CARVALHO
224
SILVIA BOHNENBERGER
225
SIMONE FERNADES FORNARI
226
SIRLEI APARECIDA PINTO
227
SIRLEI SCHNEIDER
228
SOLANGE MARIA BAGIO PATERNO
229
SUANE FRACASSO TIDRE FERREIRA
230
SUELI MARIA PELLIN LOURENCO
231
SUELI ZIMMERMANN DOS SANTOS
232
SUELY EWALD NEITZKE
233
TANIA REGINA DE OLIVEIRA
234
TERESINHA MICHELS MEURER
235
THAYS DOS SANTOS MACHADO
236
TIAGO JORLAN RAUGUST
237
TIAGO MAHLSTEDT
238
TIAGO MAURICIO MAZZINI
239
VALDECIR GARCIA
240
VALDEMAR DOS SANTOS
241
VALDEREZ SPOLTI
242
VALDETE LUEBKE
243
VALDIR BRANDT
244
VALDIR NOELI STAMM
245
VALMIR LORENZETTI
246
VALMOR EVARISTO
247
VALMOR SCHATEMBERG
248
VANDERLEI BEGNINI
249
VANIO ERN
250
VICENTE RIBEIRO
251
VILSON HERTER
252
VINICIUS DE OLIVEIRA
253
VINICIUS VERFFEL CARVALHO
254
VITORIA GORETTI BORNHAUSEN KOHLER
255
VOLMIR ALVES REI
256
WAGNER DOS SANTOS GRASSOTTI
257
WALDEMAR TIECKER
258
WALDIR ANTUNES
259
WALMOR SCHAADE
260
WENSCESLAU DORNELES DOS SANTOS
261
WILLIAN DE OLIVEIRA
262
WILMA SCHUELTER SCHMOLLER

Árbitros inscritos na FCBB em 2019

História

Não há dúvidas de que o jogo de Bocha tem uma remota origem. Entenda-se que não falamos do jogo de Bocha como chega a ser hoje, complexo e regulamentado.

Não é difícil imaginarmos que os homens da idade da pedra tenham se entretido jogando umas pedras contra outras pedras, o que talvez seja o primordial esquema do que vem a ser o atual jogo.

As primeiras notícias, no entanto, nos hieróglifos e escritos antigos, remontam ao ano de 5200 A.C. e nos falam que os Egípcios praticavam com bolas de madeira e pedras arredondadas, o esporte do qual estamos falando.

Famosos médicos, como Hipócrates e Galeno, recomendavam o Jogo de Bochas como "Muito vantajoso para a saúde do corpo humano"; os latinos também gostavam de entreter-se com nozes de cocos e bochas das raízes das oliveiras, em seus "descansos".

O Imperador Augusto foi, no seu tempo, o que chamamos, hoje, de um entusiástico "bochófilo".

Na Idade Média, claustros e castelos e terrenos livres, foram campo de contendas entre jogadores de bochas.

Em 1319, Carlos IV, e no ano 1370, Carlos V, proibiram o Jogo de Bochas "por distrair o povo dos outros exercícios mais convenientes para a defesa do Reino, como o Arco e a Balestra"; a Faculdade de Medicina de Montpellier, no entanto, preocupou-se em lembrar aos soberanos, que o Jogo de Bochas, sistematicamente, era o remédio ideal para o reumatismo, e portanto, não perseguível.

Em 1696, o "Sínodo de Paris" voltou a insistir na proibição do jogo, pelos maus costumes que tinham pegado os jogadores e expectadores, ou seja, apostar dinheiro.

Henrique IV e Henrique VIII, foram nas suas épocas, jogadores fanáticos de bocha, jogando em seus quartos privados; e os legisladores proibiram que o povo praticasse o jogo.

Na história dos venezianos, alternadamente, se permitia e se proibia o jogo.

No fim do século XVIII sucedia que o jogo fosse extremamente popular entre a classe trabalhadora da França, no entanto, na Inglaterra, sua difusão era aceita especialmente pela nobreza, incluindo os membros da realeza britânica, isso pelas declarações que nos fala o Conde de Hamilton. _ Contam que o famoso Almirante Drake foi advertido que estava próxima a "Invencível Armada Espanhola", quando se achava jogando bocha e dizem que, naquela emergência, ele falou tranqüilamente, assim: "Temos pouco tempo para ganhar o jogo e logo em seguida enfrentar os Espanhóis". Não se ficou sabendo se ele ganhou o jogo, mas temos certeza de que ele ganhou a Batalha Naval.

Paganini, Garibaldi, Ampéres, Desidério Erasmo, foram apaixonados bochófilos; François Rabelais nos conta como Gargântua costumava jogar bochas depois de seus famosos almoços.

Em nossos tempos, personagens ilustres praticam este jogo, que exige estado atlético e dedicação para as competições de importância.
Motivo de polêmicas, torna-se difícil precisar a origem exata deste esporte. Mas podemos afirmar que sua difusão coube aos europeus, mais precisamente os italianos.

Há uma versão segundo Rafael Lenzi, que o homem quando tomou um contato inteligente com uma pedra arredondada, deve tê-la lançado de encontro a outros objetos, recreando-se e fazendo-a rolar pelo chão e admirando seu movimento uniforme e retilíneo. _ Tendo assim, um papel relevante na defesa da luta pela sobrevivência humana.

No ano de 776 A.C. realizou-se na antiga Grécia a primeira Olimpíada. Por volta de 300 A.C. Oribase, físico que viveu na Grécia, descreve exercícios praticados por homens de meia idade que reuniam-se em ginásios para arremessar bolas de diversos tamanhos à maior distância possível. Porém, não era uma exibição de força, que na época era cultuada e enaltecida pelo povo, mas um meio de manter a saúde física e mental.
No tempo do Império Romano, este esporte se difundiu, aparecendo oficialmente nos festivais organizados pelos nobres e governantes, sendo chamado de "BOCHE". A versão romana da Bocha constituía-se em rolar as bolas pelo chão em direção a algum objetivo. Durante a expansão do Império o jogo foi levado pelos exércitos de ocupação a todos os povos por eles dominados.

Na Idade Média, tornou-se imensamente popular na França, onde era conhecido como "Jeu de Grosses Boules" (Jogo das Grandes Bolas) e preticado em ruas e praças públicas. Por volta de 1500 já era bastante praticado na Itália, França, Espanha e Inglaterra.

Foi trazido para a América pelos imigrantes introduzindo-se primeiro na Argentina e posteriormente em outros países de nosso continente.
Em 1944, realizou-se o I Campeonato Sul-Americano masculino de Bocha, na cidade de Buenos Aires, Argentina.

Em 1951, na cidade de Gênova, Itália, ocorreu o I Campeonato Masculino de Bocha.

Só em 1987, na cidade de São Caetano do Sul, São Paulo, realizou-se o I Campeonato Sul-Americano Feminino de Bocha.

O Brasil já se fez representar em diversos Campeonatos Sul-Americanos, a partir de 1951, e no ano de 1957, participou de II Campeonato Mundial de Bocha, realizado em Montevidéu. Sua melhor colocação em campeonatos mundiais, foi em 1987, na Argentina, com uma 3ª colocação.

No Brasil o I Campeonato Brasileiro Masculino de Bocha foi realizado em 1964 na cidade de São Paulo, com a participação do Rio Grande do Sul, São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais, sagrando-se vencedora a equipe do Rio Grande do Sul.

Só em 1987, na cidade de São Paulo, foi realizado o I Campeonato Brasileiro Feminino de Bocha, com a participação de 05 Estados - Rio grande do Sul, São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Santa Catarina, sagrando-se vencedora a equipe de São Paulo.

Atualmente, na Europa, as competições seguem Regulamentos um pouco diferentes do Sul-Americano. Seria imprescindível e útil para o crescimento, desenvolvimento e divulgação do esporte que os dirigentes, voltados em interesses pessoais e desportivos, unissem seus esforços para uniformizar os regulamentos e lutar em torno de um único interesse comum: - Fazer da Bocha um Esporte Olímpico.

Já houve um início para fazer da Bocha um Esporte Pré-Olímpico, isto no ano de 1989, por ocasião do Campeonato Mundial realizado na Itália, quando dirigentes da Confederação Brasileira de Desportos Terrestres (hoje Confederação Brasileira de Bocha e Bolão), reunidos com dirigentes europeus, deram os primeiros passos, tomaram as primeiras iniciativas para tornar a Bocha um Esporte Olímpico. Na ocasião, os dirigentes da Confederação Brasileira eram os desportistas Nelson Nogarolli - Presidente - e Adão Gomes dos Santos - Vice-Presidente. Com a morte do Vice-Presidente em abril de 1990 e o pedido da demissão do Presidente no mesmo ano, o assunto ficou parado.

Dirigentes da Federação RioGrandense de Bocha, Federação Catarinense de Bocha e Bolão, Federação de Bocha do Paraná, Federação Bochófila do estado do Rio de Janeiro, Federação Bochófila Mineira, Federação de Bocha do Mato Grosso do Sul, Federação Matogrossense de Bocha e Bolão e da Federação Paulista de Bocha e Bolão, juntamente com dirigentes da Confederação Brasileira, estão novamente movimentando o assunto, pretendendo no próximo Congresso relativo ao próximo Campeonato Mundial, apresentar idéias e sugestões para a concretização do sonho dos bochistas: Participar dos Jogos Olímpicos.

Nas primeiras décadas de 1900 surgiram em todo o Estado, especialmente nas zonas de colonização italianas e na capital, muitos clubes especializados na Bocha, ou foram organizados departamentos deste esporte em clubes com outras atividades esportivas e recreativas.
O Jogo da Bocha está tão difundido atualmente que, é jogado em 06 categorias diferentes: - categoria "A" - categoria "B" Veteranos - Juvenis - Feminino e Duplas e Trios Mistos.

Jogo já transformado pela difusão e pela organização em esporte de considerável prestígio internacional, consiste em aproximar o máximo possível determinado número de bolas (bochas) maciças de material sintético com cores distintas com 11.2 a 11.5cm, de diâmetro - e peso que pode variar entre 1.050 a 1.150 gramas - de outra bola menor denominada "bolim".

Para tanto, usa-se uma cancha de 24 m, de comprimento por 04 m, de largura, limitada por duas laterais de madeira de 25 a 30cm, mais uma tela de proteção de aproximadamente 80cm de altura e duas cabeceiras de 01 metro e meio de altura.

O jogo pode ser disputado nas modalidades Individual ou Simples, Duplas e Trios. No Individual, o jogador terá 04 bochas suas, enquanto em Duplas ou Trios, cada jogador terá 02 bochas. Nas partidas de Duplas ou Trios, será permitida a substituição de um jogador.

BOCHAS - A CAMINHO DAS OLIMPÍADAS

Os Congressos e Campeonatos Mundiais realizados, os intercâmbios esportivos entre países Sul-Americanos, Europeus e Asiáticos, estão acelerando o ideal de todos os bochófilos, de tornar "AS BOCHAS" um Esporte Olímpico.

A Nova Regra Oficial Sul-Americana, homologada pela Confederação Brasileira de Bocha e Bolão, a partir de 01 de janeiro de 2000, bem aproximada da regra internacional, será a afirmação técnica de nossos atletas, já comprovada, nas competições internacionais realizadas.

É o caminho que iniciamos, primeiramente buscando a massificação do esporte, junto aos jovens, através da nossa Federação, até colocarmos o Brasil a nível dos grandes resultados.


O QUE É "AS BOCHAS"?

Bochas é o esporte que consiste em situar as bochas (bolas)o mais perto possível de um objeto, previamente, lançado o "bolim" (bola pequena). O adversário, por sua vez, procura situar a sua bocha mais perto ainda do bolim ou de remover aquelas que estiverem mais perto do mesmo.
Ao começar o jogo, a equipe que ganhou o sorteio lança o bolim e joga à primeira bocha. A equipe adversária joga a sua primeira bocha até se aproximar mais do bolim, mediante "ponto", "bochada" ou rafada".

Quando uma equipe não tem mais bochas, o seu adversário joga e procura conseguir fazer mais pontos, apontando, bochando ou rafando as bochas que estiverem atrapalhando esse intento.

Após jogadas todas as bochas, a uma equipe se contará tantos pontos quantas bochas mais próximas do bolim, do que a melhor bocha colocada do adversário.

O jogo continua no outro sentido da "cancha" e o bolim será lançado pela equipe que marcou ponto ou pontos na jogada anterior.
Vence a partida a equipe que fizer o número de pontos, previamente,combinado.